Hoje, a ti…

31 01 2009

Preciso-te… Respiro-te sempre em cada inspiração minha… Sinto-te a cada batimento do coração… Trago-te sempre comigo, bem guardadinha naquele sítio especial, onde só as pessoas especiais têm permissão para entrar e permanecer… Independentemente do tempo ou da distância que nos separa sinto-te sempre da mesma maneira.. Fazes-me sempre falta da mesma maneira… Mas há aqueles dias em que a dor da ausência é mais forte,em que o silêncio da tua voz nos meus ouvidos é insuportável, em que o coração pára de bombear o sangue e o ar simplesmente não chega aos pulmões… Apenas porque não estás, apenas porque não falas, apenas porque vives dentro de mim sem conseguir alcançar-te… Por isso, e porque necessito mais que nunca de ti, porque não estás em parte alguma, tenho de ter um monólogo… Tenho de te escrever para exorcizar os meus males e acalmar a minha alma…

Quero que saibas que és das pessoas que mais amo, que fazes parte daquelas ínfimas pessoas a quem abro a porta sem nunca hesitar e que entram sempre no sítio especial… Fazes parte daquelas ínfimas pessoas que nunca me magoaram, que nunca me decepcionaram, que nunca me deixaram ficar mal, daquelas ínfimas pessoas que têm o condão de fazer desaparecer toda e qualquer tristeza com que esteja…

Sabes o que descobri? Onde há Leprechauns há borboletas… Quase seguro!!! Estamos sempre juntas, no matter what!

És a minha Leprechaun feminina,a minha melhor amiga,a pessoa com quem partilhei aqueles momentos, que sempre me ouviu,que sempreme deu a mão quando precisava,que me aconselhou, que me sorriu sempre que precisei com quem não tenho vergonha de chorar forte e feio, a melhor guia que se pode ter por companhia, a melhor amante de cerveja, a melhor amante na cama, porque não ressonas mas ronronas, que me percebe, mesmo sem que eu fale… Cada momento destes contigo está gravado na minha memória e todos os dias os passo em revista, tentando atenuar um pouco a saudade! Não é uma questão de não te amar, de não te querer, de não te dar o devido valor… É uma questão de lutar por aquilo que eu quero no meu futuro, de decisões que te mudam a vida toda…

Tens em ti todas as cores do arco-íris, não só o rosa, como pensas, tens muito mais forças do que possas pensar, és muito mais do que te avalias, e, ao longo destes anos aprendi que nenhum sentimento nos aprisiona, mas sim nós mesmos que nos aprisionamos aos sentimentos… E eu quero viver para sempre aprisionada a este! Sou pequena e não vou crescer mais. Gosto de dar abraços apertadinhos, sentir alegria inteira, inventar mundos, inventar amores. Acho graça onde não há sentido, e acho lindo o que não é. O simples faz-me rir, o que é complicado aborrece-me… E tu partilhas sempre tudo comigo… Isto não são só palavras, é o meu coração e todos os sentimentos entregues a ti!!

AMO.TE!

Anúncios




Hoje, estudar…

28 01 2009

Bem…. Uma cadeira já foi para o galheiro… :/ Digamos que história nunca foi o meu forte… Tudo aquilo que não seja passível de aplicar na prática para mim simplesmente não entra… As fórmulas  matemáticas utilizam-se para atingir um resultado pretendido, as línguas para poderem ser faladas e escritas, a química para experiências, a física para fenómenos, e muitas,muitas mais coisas… A história é apenas decorar as coisas, saber algo que já se passou há muito, algo que não vamos utilizar no nosso presente! Chateia-me a história… Como me chateou ESTA história… Por isso… Setembro lá vamos nós a fazer chinês (sim, esta cadeira era a substituição do chinês)!

E agora venha Gestão de Recursos Humanos…. Um exame APENAS de escolha múltipla… 35 perguntas de escolha múltipla para que digas o que sabes sobre algo que só em casos práticos consegues aplicar… Não é uma questão de saber que a “analisis y diseño del puesto de trabajo es el método para determinar las actividades que se realizan en el mismo,los requerimientos que deberá satisfacer la persona que lo ocupe y las condiciones ambientales que predominan en el sistema donde se encuentre enclavado”! É necessário saber aplicá-lo na prática!!! Mas não, aqui temos apenas de saber as definições… Porque depois no mercado de trabalho, quando tiveres de elaborar uma análise e desenho do posto de trabalho, atiras com a definição para o papel e o trabalho está feito!!!

De qualquer maneira, é apra saber, é para saber… E entretanto, vai-se ouvindo boa música, calma, baixinha… Espero que vos agrade! Podem ouvir também “I miss you love” e a “Sorry“, entre muitas, estas três são as que valem mesmo, mesmo a pena!

Maria Mena – “Just Hold Me

Comfortable as I am
I need your reassurance
And comfortable as you are
You count the days

But if I wanted silence
I would whisper
And if I wanted loneliness
I’d choose to go
And if i liked rejection
I’d audition
And if I didn’t love you
You would know

And why can’t you just hold me
And how come it is so hard
And do you like to see me broken
And why do I still care
still care

You say you see the light now
At the end of this narrow hall
I wish it didn’t matter
I wish I didn’t give you all

But if I wanted silence
I would whisper
And if I wanted loneliness
I’d choose to go
And if i liked rejection
I’d audition
And if I didn’t love you
You would know

And why can’t you just hold me
And how come it is so hard
And do you like to see me broken
And why do I still care

Poor little misunderstood baby
No one likes a sad face
But I can’t remember life without him
I think I did have good days
I think I did have good days

And why(why) can’t you just hold me
And how come it is so hard
And do you like to see me broken
And why do I still care





Hoje, quase nos 25…

20 01 2009

Pergunto-me que raio tenho eu que mudar em mim? Depois de 25 anos de existência, em que me tornei eu? Quem sou eu? Que contribui para o mundo? Para os meus? Para mim? Que defeitos? Que virtudes? Há vezes que me olho e vejo uma grande pessoa…. Mas aqueles em que me olho e vejo uma miuda, alguém que não construiu nada, que não tem nada, são muito superiores aos outros… Regemo-nos por quê? Baseamo-nos em quê?

Como disse o meu amigo Numerobis:

“Apaga tudo o que sabes sobre a vida.
De qualquer das maneiras não sabes nada.
Não te prendas, Vive.
As coisas não vão ser como tu pensar ou imaginas.
Não vão acontecer quando tu queres ou quando te dá jeito.
Toma as tuas decisões, segue o teu coração.
Não penses mais nisso.”

Olho e vejo que podia ter feito muito mais pelos amigos, olho e sinto que podia ter sido muito mais para as pessoas que amei e amo, olho e vejo que eu própria podia ser muito mais… Mas fico sentada a ver a vida passar-me diante dos olhos… Tenho a sensação que estou a fazer algo e, quando olho para o passado e para o futuro não fiz RIGOROSAMENTE NADA! Que te dei a ti? Que fiz no Mundo?

A vida passa e é isso que doi… Continuar aqui, exactamente no mesmo sítio onde estive estes 25 anos… Os anos passaram, eu cresci, o corpo mudou, a voz mudou, o cabelo cresceu, mudei de cidade vezes sem conta, mudei até de país… Mas continuo no mesmo sítio… E isso dá-me uma sensação de impotência e de desfalecimento incríveis…

Não é um post para que me digam “Não Ritta, não és assim, és uma pessoa fabulosa, e mais não sei quantos pardais ao ninho em São Paio de Gramasos”… Eu sei olhar para mim e ver o que sou, ver o que tenho, ver o que construí… Não sou má pessoa, mas também não sou uma pessoa de referência… É apenas um desabafo de quem está prestes a fazer anos (um quarto de século já) e está longe do conforto permanente de casa, de quem olha para trás e vê que podia ter feito muito mais e melhor…

Até à próxima… Já com 25….





Sonho…

19 01 2009

Às vezes os sonhos têm o efeito contrário: fazem-nos descer à Terra. Quando acordamos, sabemos que o que acabámos de sonhar nunca vai passar disso mesmo: um sonho.





Hoje,músicas de sonho

14 01 2009

Pronto, pronto.. Estou de volta às lides do blog…. Ou pelo menos assim o espero! 😛

Falta precisamente uma semana para os meus anos… Se calhar uma boa altura para repensar na vida, nas acções, decisões, tomadas e por tomar… Serão 25… Um quarto de século… :S

Adiante!!! Não pensemos nisso agora!;P

Venho aqui mostrar-vos duas músicas da mesma cantora, mas que eu simplesmente não consigo escolher qual é a melhor, porque simplesmente as duas fazem-me ter reacções diferentes!

Hope you like it!

Elisa – “Dancing

Time is gonna take my mind
and carry it far away where I can fly
The depth of life will dim my temptation to live for you
If I were to be alone silence would rock my tears
‘cause it’s all about love and I know better
How life is a waving feather

So I put my arms around you around you
And I know that I’ll be leaving soon

My eyes are on you, they’re on you
And you see that I can’t stop shaking
No, I won’t step back but I’ll look down to hide from your eyes
‘cause what I feel is so sweet and I’m scared that even my own breath
Oh could burst it if it were a bubble
And I’d better dream if I have to struggle

So I put my arms around you, around you
And I hope that I will do no wrong
My eyes are on you they’re on you
And I hope that you won’t hurt me

I’m dancing in the room as if I was in the woods with you
No need for anything but music
Music’s the reason why I know time still exists
Time still exists
Time still exists
Time still exists

So I put my arms around you around you
And I hope that I will do no wrong
My eyes are on you they’re on you
And I hope that you won’t hurt me
So I put my arms around you around you
And I hope that I will do no wrong
My eyes are on you they’re on you
And I hope that you won’t hurt me

Elisa – “Gli Ostacoli Del Cuore

C’è un principio di magia
Fra gli ostacoli del cuore
Che si attacca volentieri
Fra una sera che non muore
E una notte da scartare
Come un pacco di natale

C’è un principio d’ironia
Nel tenere coccolati
I pensieri più segreti
E trovarli già svelati
E a parlare ero io
Sono io che li ho prestati

Quante cose che non sai di me
Quante cose che non puoi sapere
Quante cose da portare nel viaggio insieme

C’è un principio di allegria
Fra gli ostacoli del cuore
Che mi voglio meritare
Anche mentre guardo il mare
Mentre lascio naufragare
Un ridicolo pensiero


Quante cose che non sai di me
Quante cose che non puoi sapere
Quante cose da portare nel viaggio insieme

Quante cose che non sai di me
Quante cose devi meritare
Quante cose da buttare nel viaggio insieme

C’è un principio di energia
Che mi spinge a dondolare
Fra il mio dire ed il mio fare
E sentire fa rumore
Fa rumore camminare
Fra gli ostacoli del cuore

Quante cose che non sai di me
Quante cose che non puoi sapere
Quante cose da portare nel viaggio insieme

Quante cose che non sai di me
Quante cose che non vuoi sapere
Quante cose da buttare nel viaggio insieme





Tourada = Tortura!

12 01 2009

Não porque goste da música em si, mas porque a letra e o seu simbolismo creio que são sempre e cada vez mais actuais e reais. Porque creio que é algo que infelizmente é necessário estar sempre a recordar!

Reincidentes – “Grana Y Oro”

Rojo, sangre
un color muy nacional

morbo, suerte
sol y arena, ¡vive dios!
arte, muerte
sirve de alimento

pase, valiente
y vuelta al ruedo.
Cuando el acero me traspasa el corazón
y se le llama fiesta; y otra vuelta de tuerca
cuando el sadismo se convierte en tradición
y la faena en gesta, y nadie se molesta.

Pinchos, siente
recital multicolor
pasodoble, ambiente
de nobleza y de pasión
¡la oreja presidente!
los paá±uelos al viento
alza la frente
y mira al cielo.